• Tesch Energia

Bandeira vermelha, o que muda na sua conta de luz?

Você já observou ali perdido na sua conta de luz tem uma informação colorida que influencia muito no quanto sua conta de energia ficará mais cara?



Muita gente nem sabe da existência dessa informação na conta de energia.


Em 2015 a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), criou o sistema de bandeiras para incluir tarifas adicionais às contas de energia. A ideia seria repor gastos extras com a utilização das termelétricas em determinado período.

Essas bandeiras são classificadas em: vermelha, amarela e verde. As definições de qual bandeira irá incidir na conta de luz são definidas a cada mês. E anualmente a Aneel rever o valor a ser cobrado por cada bandeira.


COMO FUNCIONA ESSA COBRANÇA?


Neste período, o volume de chuvas é bem reduzido, com reservatórios vazios as hidrelétricas perdem a capacidade de abastecimento, entrando as termelétricas em ação, cuja a geração de energia é muito mais cara.


No Site da Aneel sempre é possível consultar em qual bandeiras estamos.


Bandeira verde: condições favoráveis de geração de energia. Sem acréscimo da tarifa;

Bandeira amarela: condições de geração menos favoráveis. A tarifa sofre acréscimo de R$ 1,34 para cada 100 kWh consumidos;

Bandeira vermelha - Patamar 1: condições mais custosas de geração. A tarifa sofre acréscimo de R$ 4,16 para cada 100 kWh consumidos;

Bandeira vermelha - Patamar 2: condições ainda mais custosas de geração. A tarifa sofre acréscimo de R$ 6,24 para cada 100 kWh consumidos.


Desde do dia 01 de dezembro (terça-feira) estamos na bandeira vermelha patamar 2, o que significa que teremos R$ 6,24 de acréscimo na conta a cada 100 kWh consumidos. Neste valor também incide valores dos tributos.


A bandeira verde estava presente nas contas de luz desde maio por conta da pandemia do coronavírus e estava prevista para que permanece assim até 31 de dezembro, mas a Aneel resolver rever esta decisão no último dia 30. A justificativa do retorno das bandeiras é o crescimento do consumo de energia elétrica e a queda no nível de armazenamento nos reservatórios das hidrelétricas pelo país.


E COMO FUNCIONA PARA QUEM TEM ENERGIA SOLAR?


Os consumidores que tem energia solar tanto residencial, comercial, rural ou industrial não são tão afetados pelas bandeiras tarifárias pois, como geram sua própria energia, necessitam assim, de menos energia do sistema elétrico brasileiro.


Isso acontece, porque parte da energia gerada, já é consumida pela carga (ar condicionado, equipamento eletrônicos, maquinários etc.) confira abaixo o diagrama de um de nossos clientes:

Neste mês, a usina do nosso cliente:

  • Gerou 600,6 kWh

  • Consumo mensal: 540,60 kWh

  • Disponibilização para rede da concessionária: 404 kWh

  • Utilização da concessionária: 344 kWh

  • Acumulo de crédito no mês: 60 kW

Ou seja, houve geração suficiente para abastecer todo o consumo mensal e ainda disponibilizou para a rede da concessionária. Usou da concessionária 344kWh, e com isso acumulando 60 kW de créditos que poderão ser utilizados por até 60 meses.


Este cliente é um exemplo de quem está pagando o mínimo da conta de luz e ainda sentirá muito menos o impacto da bandeira vermelha pois o pagamento será calculado baseado apenas no custo de disponibilidade da rede elétrica para a concessionária.


Caso você queira se livrar dos sustos no aumento da conta de luz, solicite um orçamento conosco clicando no botão abaixo.



Acompanhe as redes sociais

  • LinkedIn ícone social
  • Instagram
  • Facebook
Contato: 21 2137-0777 | 21 99344-8904 | 21 97531-1219

Rio de Janeiro, Brasil